Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Alepa trata da questão feminina

Hoje a sessão da Assembleia Legislativa está sendo presidida pela deputada Cilene Couto(PSDB), por deferência do deputado Márcio Miranda(DEM), em homenagem ao Dia da Mulher. Ao parabenizar a todas pela data, o presidente da Casa ressaltou que, apesar dos avanços, do direito ao voto e da ampliação dos direitos civis das mulheres, a luta por reconhecimento continua na ordem do dia. Para Márcio Miranda, sem os direitos das mulheres, não existe igualdade e nem direitos humanos. Pontuou, ainda, que as mulheres não querem competir com os homens, querem justiça e respeito, e defendeu essa bandeira que deve ser de todos, reafirmando seu compromisso de continuar a trabalhar para a garantia de mais autonomia, cidadania e menos violência.

Os deputados se revezaram na tribuna enfatizando a data. O deputado João Chamon Neto(PMDB), em seu discurso, fez questão de destacar a importância do trabalho feminino e nomear as servidoras da Casa, bem como as jornalistas que fazem a cobertura do parlamento. Já o deputado Raimundo Santos(PEN), Ouvidor da Alepa e presidente da Comissão de Constituição e Justiça, promoveu em seu gabinete um café da manhã, durante o qual enfatizou a luta pelo empoderamento da mulher, a desigualdade de tratamento que persiste, até mesmo contrariando dispositivo constitucional, e a violência que atinge o sexo feminino, no mundo inteiro. A deputada Eliane Lima(PSDB) acentuou que não é um dia de celebração, mas acima de tudo de alerta para a necessidade de reconhecimento do quanto as mulheres precisam de políticas públicas específicas e de persistir na luta por mais respeito, igualdade e direitos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *