0

A Assembleia Legislativa realizou os “Diálogos da 1º Infância, da Criança e do Adolescente Amazônida”, evento intersetorial, colaborativo e propositivo com os diferentes atores e segmentos sociais que atuam na educação infantojuvenil. A sessão especial, conduzida pelo presidente da Alepa, deputado Chicão, abordou os desafios enfrentados pelas crianças e adolescentes amazônidas e a necessidade de políticas públicas eficazes que conversem com as múltiplas e singulares realidades, em diferentes áreas, formas de viver e ser da 1ª infância, das crianças e das adolescências, nas comunidades ribeirinhas, quilombolas, indígenas, rurais e urbanas do território parauara.

“Demos mais um passo importante na construção de pontes para um futuro mais brilhante na Amazônia. Juntos, fortalecemos laços e compartilhamos ideias para cuidar e proteger nossas crianças. Compreendo que garantir esses direitos é fundamental também para os processos de construção humana e democrática de nosso território, da construção de novas e melhores realidades”, comentou o deputado Chicão, incentivando os deputados estaduais a levarem ao interior de todo o Pará o debate. A sessão foi prestigiada por autoridades e representantes da Região de Integração Guajará, que envolve os municípios de Belém, Ananindeua, Marituba, Santa Bárbara e Benevides. 

Carla Reis, coordenadora do Alfabetiza Pará, que na ocasião representou o secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares, falou sobre o Creches por todo Pará, Alfabetiza Pará e Educação Ambiental, projetos prioritários do governo do Estado.

A iniciativa do evento foi da Comissão em Defesa da 1ª Infância, Criança e Adolescente, presidida pela deputada Ana Cunha, que pretende apresentar mecanismos de apoiamento e implementação de políticas públicas de educação adequadas à realidade amazônica, durante a COP 30.

MPPA empossou mais dois procuradores de justiça

Anterior

Violência contra mulher não tem desculpa

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *