Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 245/2021, de autoria do Poder Executivo, dispondo sobre a denominação do Arquivo Público do Estado do Pará, em homenagem ao jurista e professor paraense Zeno Augusto de Bastos Veloso,…

Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Agora vai

O governo do Pará lançou o Edital para a contratação do projeto básico (R$ 5,1 milhões) e EIA/Rima (R$ 1,1 milhão) da Plataforma Logística Intermodal de Transporte de Marabá.

O porto de Marabá tem enorme importância estratégica. Permitirá o escoamento de cargas pela hidrovia Tocantins-Araguaia ao Porto de Vila do Conde, em Barcarena, e dali para o Exterior. Num eixo multimodal, interligará a hidrovia com a rodovia Transamazônica e a Estrada de Ferro Carajás.

Localizado numa área de 370 mil m2, na margem esquerda do rio Tocantins, na altura do Km 14 da BR-230, conhecida como Fazenda Nova Vida, próxima ao Distrito Industrial de Marabá e da Alpa, o porto terá quatro terminais de carga: dois destinados a granéis sólidos, sendo um para produtos agrícolas e outro para minérios; um destinado a granéis líquidos (combustíveis); e outro para carga geral.

O Edital nº 001/2009 foi publicado em 24 dezembro, com abertura das propostas prevista para 10 de fevereiro, às 10 h da manhã, no Centro Integrado de Governo, em Belém. Mas uma errata foi publicada hoje no DOE, excluindo a contratação de serviços de consultoria para a elaboração do estudo de viabilidade e adiando a data da concorrência para 18 de fevereiro, no mesmo horário e local. O edital está disponível aqui e aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *