0

A Prefeitura de Belém, em conjunto com a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), realiza ação alusiva ao Dia do Trabalhador, na manhã desta quarta-feira,1, na Praça da República, ao lado do Teatro Waldemar Henrique, a partir das 8h. Vai ter shows do Arraial do Pavulagem e da Banda da Guarda Municipal. A Secretaria Municipal de Educação (Semec) oferecerá oficinas, aula de capoeira, apresentações de fantoches e palhaço contador de histórias.

Serão ofertados agendamento de vistorias e orientação técnica de engenharia da Defesa Civil; orientação jurídica pela Procuradoria Geral do Município; atualização e cadastro do Minha Casa, Minha Vida pela Secretaria de Habitação (Sehab). Já a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) disponibilizará meia-passagem, credenciamento de estacionamento e outros serviços; a Secretaria de Finanças (Sefin) parcelará débitos e instruirá sobre os impostos municipais.

A Secretaria de Saúde (Sesma), a Coordenação das Políticas de Segurança Alimentar e Nutricional (Copsan), o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Belém (Iasb) e a Coordenadoria de Diversidade Sexual (CDS) vão oferecer avaliação nutricional; orientação sobre alimentação saudável; vacinação; aferição de pressão e glicemia; testes de Covid-19; autotestes de HIV e distribuição de preservativos.

A Coordenadoria da Mulher (Combel), o Banco do Povo, a Fundação Papa João XXIII (Funpapa) e o Portal do Trabalhador vão oferecer carteira de trabalho digital; intermediação de mão de obra; orientação sobre seguro-desemprego; informações sobre o crédito solidário; orientação psicossocial e jurídica sobre o direito da mulher.

O tema do evento é “Por um Brasil mais justo”, que pugna por emprego decente; correção da tabela do Imposto de Renda; juros mais baixos; valorização do serviço e dos servidores e servidoras públicos; salário igual para trabalho igual; e aposentadoria digna. O evento conta na organização com mais seis centrais sindicais, como CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST), Intersindical e Pública.

A inquilina silenciosa

Anterior

Alepa recebe projeto da LDO 2025

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *