Para marcar os quinze anos de criação das Florestas Estaduais de Faro, Trombetas e Paru, da Estação Ecológica Grão-Pará e da Reserva Biológica Maicuru, na Calha Norte, hoje (4), o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) lançou…

Lançamentos literários, apresentações de teatro, oficinas voltadas para as culturas pop e japonesa, arrecadação de livros, atividades pedagógicas e lúdicas direcionadas ao público infantil, entre outras ações, estão no cardápio de cultura e arte servido aos visitantes do estande da…

O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

A mensagem do governo e a reação

Fotos: Antonio Silva

Ao ler sua mensagem na abertura do ano legislativo, na Alepa, o governador Simão Jatene lembrou que mais de um milhão e meio de brasileiros perderam seus empregos em 2015, que há 23 anos o
País não perdia tantos empregos num só ano, e o Pará é um dos poucos estados do Brasil cujo PIB não apresentou variação negativa quando o País encolheu o triplo do crescimento da população.  


Em 2010, a arrecadação própria do Pará foi de R$8 bilhões, em valores constantes, e, em 2015, alcançou R$ 11,4 bilhões, registrando um crescimento real, no período, de 42,9%, que corresponde, na média, a 7,39% por ano. Já as receitas transferidas da União, que foram de R$ 4,9 bilhões em 2010, chegaram a apenas R$ 5,4 bilhões em 2015, número que, em termos reais, é inferior a 2011, quando as transferências foram de R$ 5,6 bilhões, assim como nos anos de 2012, 2013 e 2014. Na saúde, tem sido catastrófico: todas as 12 unidades hospitalares têm mais de 70% do seu custeio bancado pelo Estado. O desafio é grande para o futuro, pontuou Jatene. 

Falando pela oposição, o deputado Lélio Costa(PCdoB) contrapôs os argumentos do governador e disse não caber tentar atribuir os problemas do Estado à crise econômica do País. Reclamou que suas emendas foram vetadas pelas bancadas da situação e fez pesadas críticas aos setores de educação, saúde e segurança, principalmente, além de ressaltar os conflitos fundiários. Sobrou até para o prefeito Zenaldo Coutinho uma enxurrada de críticas à sua administração.

O líder do PMDB, deputado Iran Lima, se queixou do tempo para falar na tribuna e alfinetou a questão da mobilidade urbana, que a cada dia tira a qualidade de vida do trabalhador, além de apontar defeitos na política de segurança, saúde e educação. Frisou que as críticas são importantes para o governador saber a real situação do Estado. Mas disse que no momento em que o governo acerta ele apoia, por fazer oposição responsável. 

Para ler a íntegra da Mensagem, clique aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *