Na terça-feira da semana passada (19), quando estava em votação no plenário da Assembleia Legislativa projeto de Indicação de autoria da deputada Professora Nilse Pinheiro transformando o Conselho Estadual de Educação em autarquia, detentora de autonomia deliberativa, financeira e administrativa,…

A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

1.600 eleitos em 2016 ganham Bolsa Família

Pela primeira vez desde que foi lançado, há 12 anos, o Bolsa Família zerou este mês a fila de beneficiários. E olhem que a lei nº 10.836/2004, que o instituiu, diz que o programa tem por finalidade a “unificação” do PNAA (Programa Nacional de Acesso à Alimentação), criado pelo governo Lula com programas de FHC, entre eles o Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Auxílio-Gás e Cadastramento Único do Governo Federal. Ou seja, faz muito mais tempo, na prática.

Todos esses anos, gente inescrupulosa que não precisa de ajuda recebia os recursos públicos, tirando literalmente um prato de comida de pessoas necessitadas que sobrevivem em situação de miséria. É o caso de donos de carrões  milionários e de mansões, como o TCU descobriu no ano passado, e de políticos com mandato, conforme atestou o TSE.

Agora, por exemplo, o cruzamento de dados do TSE com o cadastro de beneficiários do Bolsa Família permitiu detectar 1.600 políticos eleitos em 2016 que recebem o Bolsa Família. São cinco prefeitos, 25 vice-prefeitos e 1.570 vereadores de 1.265 cidades brasileiras. Em Rondolândia (MT), prefeito e vice eram do programa. A constatação deveria ser o suficiente para que perdessem tanto o Bolsa família quanto o mandato. Mas no Brasil existem bandidos e bandidos…  

O Bolsa Família foi criado para brasileiros em situação de extrema pobreza. A renda familiar per capita tem que ser inferior a R$ 170 mensais para participar do programa. Caso ainda seja inferior a R$ 85 por pessoa, há um auxílio extra, variável, que funciona assim: um primeiro valor pago é R$ 85. A cada filho de 0 a 15 anos matriculado na escola, a família recebe mais R$ 39, sendo possível cadastrar até 5 filhos ou dependentes.
Além disso, as famílias recebem mais R$ 46 por cada adolescente entre 16 e 17 que esteja em dia com os estudos. Nesse caso, é permitido cadastrar até 2 jovens no programa para receber o auxílio.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *