Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

143 anos da Banda Sinfônica Lauro Sodré


FOTO: RAI PONTES 
A Banda Sinfônica da Escola Lauro Sodré completará 143 anos no próximo dia 30 de março e está preparando um concerto em comemoração ao seu aniversário. Considerada Patrimônio Histórico Cultural do Estado, vem se destacando no cenário nacional, entre as melhores do País. É pentacampeã no Concurso Nacional de Bandas e Fanfarras de Campo Grande(MS) e tricampeã na V Copa de Bandas e Fanfarras Enviro-Chemie de Santa Fé(PR); na categoria Banda de Apresentação – Sênior, é campeã, assim como Banda de Percussão. Uma das mais antigas do Brasil, aborda de forma diferenciada a importância da música dentro da escola. 

Em 2004, a coordenação da Banda Sinfônica da Escola Lauro Sodré implementou o projeto “Educando através da música”, como forma de possibilitar ao aluno de escola pública – que não tem condições financeiras para comprar um instrumento – o acesso a instrumentos musicais, além de contribuir na formação de futuros instrumentistas de bandas e orquestras. A lei 11.769/2008, que efetiva o ensino da música nas escolas públicas, ampara o trabalho já desenvolvido pela Escola Estadual Lauro Sodré, ao capacitar alunos com aulas teóricas e práticas instrumentais. Mas os monitores que atendiam as 900 crianças e jovens da região metropolitana de Belém que participavam de aulas de musicalização e prática instrumental na Banda Sinfônica da Escola Lauro Sodré, onde funcionava o projeto, não recebem desde novembro de 2012 e, no final do ano passado, a Seduc mandou arquivar o pedido de pagamento, de modo que um dos principais projetos de educação básica de música está morrendo por falta de apoio. 

Apelo ao secretário de Educação, Helenilson Pontes, e ao governador Simão Jatene, que sempre foi sensível a essa reivindicação dos alunos, que não deixem acabar tão linda iniciativa e que presenteiem esses meninos e meninas com a certeza da continuidade do projeto.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *