A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Uma história muito estranha

Em nota oficial enviada por e-mail, o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves declara, a propósito da paralisação de médicos e odontólogos, “que considera o atendimento na instituição normal“(!). Hoje, até o início da tarde, um corpo aguardava para ser necropsiado e dois para serem liberados (necrópsia em andamento). Três médicos legistas atuam nas perícias necroscópicas e de corpo de delito.
O CPC confirma a exoneração de cinco servidores. Entretanto, afirma que “isso em nada interfere no atendimento ao público, porque são cargos administrativos, para fins burocráticos da instituição, que podem ser executados por outros funcionários.”(!!) E que, “portanto, a contratação de novos profissionais não necessita de urgência” (!!!).
Algo está errado nessa história. Ora, se os médicos e odontólogos em greve e os demitidos não fazem falta, por que será que seus cargos existem no quadro de pessoal do CPC Renato Chaves? É a pergunta que ocorre a qualquer indivíduo com inteligência mediana. E quem já foi alguma vez lá sabe muito bem que, ao contrário, os profissionais estão sempre sobrecarregados. Dá para imaginar o caos com greve e demitidos. Daí que é muito estranho a diretoria do órgão querer que acreditemos que lá funciona tudo às mil maravilhas.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *