Hoje a Assembleia Legislativa do Pará retomou seus trabalhos no segundo período legislativo do terceiro ano da da 19ª Legislatura, de forma totalmente presencial, apesar da reforma do prédio sede do Palácio Cabanagem e do próprio plenário Newton Miranda. Após…

Em visita oficial, a Academia Paraense de Jornalismo e a Comissão de Defesa do Patrimônio Histórico do Instituto Histórico e Geográfico do Pará pediu ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, o veto à alteração dos nomes da Rua da Municipalidade…

O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil, em parceria com o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), Praticagem da Barra do Pará, Sociedade Amigos da Marinha Pará, Secretarias de Saúde de Barcarena e do Estado do Pará, Tribunal…

Guy Veloso, filho do saudoso jurista, notário e político Zeno Veloso, plantou em sua memória um pé de baobá na Universidade Federal do Pará, onde o ilustre parauara se destacou como professor de direito civil e direito constitucional, formando gerações…

Terminal fluvial para Santarém

Santarém vai ganhar um Terminal Hidroviário digno, oferecendo conforto e segurança para os passageiros. A obra começa em 2015, com previsão de 24 meses para entrega, pelo Governo do Estado. O anúncio foi feito durante audiência pública promovida pelo MPE-PA e conduzida pela 9ª promotora de justiça de Direitos Constitucionais, Maria Raimunda Tavares, que vai acompanhar o andamento do projeto até dezembro deste ano. O diretor de gestão portuária da Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará (CPH), Haroldo Bezerra, apresentou um resumo do projeto, que apontou, dentre as áreas estudadas, com melhores indicadores técnicos, o local da antiga fábrica da Tecejuta, com acesso pela rua Antônio Simões. As duas áreas (Tecejuta 1 e Tecejuta 2) somam 62.475 m². O valor inicial previsto para o investimento é de R$46 milhões. A lei 7.674/2012, que autoriza a operação de crédito, está em pleno vigor. A área já foi desapropriada pela prefeitura municipal em abril do ano passado e já foram realizados estudos hidrogeológicos e hidrodinâmicos. O projeto básico arquitetônico e o Relatório de Controle Ambiental também estão concluídos. Estão em elaboração os projetos básico e executivo naval e o projeto executivo civil. A assinatura da ordem de crédito só depende da liberação de empréstimo de R$ 30 milhões junto ao Banco do Brasil, que já aprovou o projeto. 

Santarém não tem estrutura adequada para receber a grande movimentação de cargas e passageiros. A área próxima da praça Tiradentes, na Av. Tapajós, é improvisada e não atende a enorme demanda da região, uma vez que o município é polo do Baixo-Amazonas. Também foi apresentado na audiência, pelo professor Hito Braga, o projeto encomendado pela Companhia Docas do Pará para um terminal portuário na área da CDP.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *