0
Mais direto impossível. O recado de Jader Barbalho a Ana Júlia Carepa, reiterado quase que diariamente no Diário do Pará é: ou vai ou racha. Ou seja, se não atender o que quero, considere-me adversário. Está na base do um por todos e todos por um: nenhum deputado pode ir conversar isoladamente com a governadora ou com qualquer secretário de Estado. Todos recitam exatamente o mesmo discurso e estão de prontidão para entrar em ação. Ou para fazer corpo mole.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Esse rio é minha rua

Anterior

Demo nu

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *