0

“Uma nova Constituinte é a destruição da ordem constitucional. O que não podemos é contribuir para uma aventura constitucional, como foi feito na Bolívia e no Equador. Na Bolívia, chegaram à fronteira de uma guerra civil. Precisamos ver o futuro independentemente das pessoas – há pessoas políticas com grande popularidade, mas não são elas que constroem o Brasil; o Brasil tem que ser construído por todos os brasileiros“. (jurista Fábio Konder Comparato, mestre em Direito Constitucional, medalha Ruy Barbosa do Conselho Federal e presidente da Comissão Nacional de Defesa da República e da Democracia da OAB).
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Portos em crise

Anterior

Golpe de Estado

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *