0

O laudo do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves sobre o talude da bacia de contenção de número três da Imerys Rio Capim Caulim confirmou que uma infiltração na parte interna causou ovazamento na parte externa entre as bacias de contenção de resíduos dois e três. A perícia mostra ainda que a ausência de um plano de monitoramento sistemático da bacia de contenção, tanto visual quanto por instrumentação, pode ter causado o vazamento. O laudo aponta ainda que a empresa deveria ter um plano emergencial devido ao local onde as bacias foram construídas, de risco face a proximidade com o povoado, a 40 metros das bacias de contenção.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Batteka-Agouti

Anterior

Batteka-Agouti

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *