A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

Resgate migratório

A socióloga Marília Ferreira Emmi, do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da UFPA, dedicou sua tese de doutorado sobre a presença italiana na Amazônia. Entre outros importantes dados, ela resgata que o segundo grupo migratório veio espontaneamente para os centros urbanos. Era formado por pequenos proprietários e artesãos originários da Calábria, Basilicata e Campânia, que com recursos próprios emigraram e se instalaram em Belém e Manaus e em municípios do Baixo Amazonas como Óbidos, Santarém, Oriximiná, Juruti, Faro, Terra Santa e Alenquer. Segundo a Profa. Emmi, em termos regionais esse segmento era mais numeroso e teve maior continuidade. Eles se firmaram, sobretudo, como comerciantes. Leia a matéria completa e “Últimas Notícias”, na home www.uruatapera.com.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *