Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Resgate histórico na Codem

A Codem fez 37 anos e ganhou festa, com inauguração de foto de Carlos Frederico Milhomen na galeria dos ex-presidentes e outorga de medalhas e diplomas de Honra ao Mérito para os servidores José Akel Fares Filho, Olímpio Yugo Onishi, Rosa Magalhães, Vilma Aleixo e Stelio Saldanha Santa Rosa, por 30 anos de bons serviços. A sede da Codem é o Solar do Barão do Guamá, prédio em estilo neoclássico provavelmente influenciado por traços de Antonio Landi e Granjean de Montagny. O verdadeiro engenheiro responsável pela belíssima obra é desconhecido. Já funcionou como sede do Panterteon do Norte, Pará Eletric, Associação dos Empregados no Comércio, Grupo Estadual de Nazaré (atual Barão de Rio Branco, segundo relatório de Antonio Lemos de 1908), Departamento do Patrimônio, Arquivo e Cadastro da Secretaria de Obras e Urbanismo da PMB e Colégio Municipal Alfredo Chaves, em dezembro de 1976. “A Codem, desde a sua criação, manteve-se na vanguarda do desenvolvimento da Prefeitura, gerando excelentes profissionais, técnicos, urbanistas, lideranças políticas, prefeito, cientistas, enfim, um contingente humano constitutivo da sociedade civil bem significante em nossa região”, destacou o arquiteto Stelio Saldanha Santa Rosa, que chorou e fez o auditório chorar de emoção ao agradecer em nome dos cinco agraciados com a honraria.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *