Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Rede de pedofilia em Santarém expõe chaga social


O neurocirurgião santareno de renome internacional Erik Jennings traduziu em post no Facebook toda a indignação geral face à prisão do médico Álvaro Magalhães Cardoso, 36 anos, envolvido junto com mais três pessoas em prática de abuso contra criancinhas. “A combinação de pedofilia e medicina é uma das piores aberrações da humanidade. Como pai e médico sinto-me duplamente apunhalado. Lesado naquilo que mais amo: crianças e a medicina. O CRM, o Hospital Regional e Hospital Municipal de Santarém precisam urgentemente se manifestar sobre o caso. Auditorias internas nos locais em que Álvaro Cardoso trabalhou devem uma resposta à sociedade. Alguém mais foi lesado? Como os locais de trabalho eram usados para sedução das vítimas? Isso não é responsabilidade só da polícia. Todos somos responsáveis em cuidar e proteger nossas crianças.” 


Ontem, durante a operação “Anjos da Guarda”, coordenada pela delegada Adriene Pessoa e pelo delegado José Castro, policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente, unidade vinculada ao ProPaz de Santarém, prenderam o médico Alvaro Magalhães Cardoso, 36 anos, Odete Friss Ebertz, 33 (que abusava da própria filha,um bebê de três meses), o músico Sandro Moreth Silva, conhecido por Sandro Tambaqui – já condenado por estupro de vulnerável em processo de 2011 -, e a babá Darliane Silva dos Santos, 26. São acusados de estupro de vulnerável e de produzir, registrar e enviar fotos pornográficas de crianças.

O HRBA enviou ao blog nota sobre o medonho caso:
“Em relação ao episódio envolvendo o médico Álvaro Cardoso Magalhães, a direção do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) informa que está à disposição da Justiça para contribuir com a investigação. O hospital já instaurou um processo administrativo para apurar se houve desvio de conduta durante o seu período de atuação na unidade. A direção ressalta ainda que nunca recebeu denúncia, de qualquer tipo, contra o profissional, e aguarda o andamento das investigações para tomar as medidas cabíveis.” 

O Brasil registra quatro casos de exploração sexual de crianças por hora. Mais de 175 mil casos de exploração sexual de crianças e adolescentes constam só no balanço de denúncias recebidas pelo Disque 100, entre 2012 e 2016. Considerando que a maioria dos crimes não vai para a estatística oficial, porque as pessoas não denunciam, a situação é horripilante. Um flagelo que não se pode admitir e todos precisamos agir. Quem se omite também é culpado.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *