A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

Quem vazou o dossiê

Laudo do Instituto de Tecnologia da Informação revela que as informações sigilosas do dossiê com gastos de FHC foram divulgadas por José Aparecido Nunes Pires, secretário de Controle Interno da casa Civil. De acordo com o Jornal Nacional, peritos do ITI recuperaram e-mails que haviam sido excluídos no disco rígido do computador do funcionário e encontraram correspondência entre José Aparecido e André Eduardo da Silva Fernandes, assessor do senador Álvaro Dias (PSDB). Lotado na Casa Civil desde os tempos em que José Dirceu comandava a pasta e antigo conhecido de parlamentares petistas, Aparecido é servidor de carreira do TCU. Ele confirma a troca dos e-mails com André, mas nega que tenha enviado o dossiê. Álvaro Dias disse que, num primeiro momento, não sabia quem tinha enviado o dossiê ao seu assessor, mas que agora sabe e, diante da informação de que a TV Globo teve acesso ao laudo da perícia, confirmou tudo. Dilma Rousseff não quis falar sobre as informações do laudo. Disse que vai aguardar a investigação da Policia Federal.
A Justiça autorizou hoje a prorrogação, por mais 60 dias, do inquérito da PF, que apura o vazamento do dossiê.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *