0

Em Santarém os bastidores políticos estão em polvorosa. Na semana passada o grupo do prefeito Nélio Aguiar, que apoia o secretário regional de governo, José Maria Tapajós, mandou fazer uma pesquisa eleitoral para consumo interno e eis que o resultado mostrou o crescimento da candidatura da deputada estadual Maria do Carmo Martins Lima. 

Mais que depressa Maria do Carmo bateu asas e voou até Brasília, onde reuniu com a cúpula do seu partido, o PT, bem como todas as lideranças parauaras com mandato federal. Estavam lá a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann; o senador Beto Faro, presidente do PT-PA; Zé Geraldo, vice-presidente nacional do PT; a deputada federal Dilvanda Faro; o deputado federal Airton Faleiro; o superintendente da Sudam, Paulo Rocha; e a professora doutora Socorro Pena, assessora do Ministério das Relações Institucionais. Os líderes estaduais já declararam publicamente há tempos seu apoio e vêm defendendo abertamente a candidatura própria no município. 

Para que não pairem dúvidas de que as correntes petistas estão unidas nessa candidatura, Gleisi Hoffmann declarou em vídeo aquilo que o presidente Lula já tinha assegurado internamente: Maria é o nome para prefeita de Santarém. É improvável que o governador Helder Barbalho deixe de apoiar a vice-líder de seu governo na Alepa.

A briga é de foice no escuro e vale tudo. O líder do PT na Alepa, deputado Dirceu Ten Caten, também é nome forte na disputa pela prefeitura de Marabá. Caso ambos tenham sucesso na campanha eleitoral, a vereadora de Belém Bia Caminha e o atual presidente da Imprensa Oficial do Pará, Jorge Panzera, vão assumir mandatos na Assembleia Legislativa nas vagas abertas em 2025. E é claro que já estão suando a camisa pelos dois titulares.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Fiepa defende protagonismo amazônida na COP em Dubai

Anterior

“Tão Longe e Tão Distante” entregue pela Editora Dalcídio Jurandir

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *