0
A promotora de Justiça Francys Lucy Galhardo do Vale deu voz de prisão em flagrante, dentro da Clínica de Acidentados São Francisco, em Castanhal, a um médico que cobrava dinheiro a pacientes atendidos pelo SUS. O pai de uma criança procurou o Ministério Público e denunciou que sua filha foi operada, através do SUS, após ter o braço quebrado em um acidente. Mas, para a retirada do pino, o médico Francisco Aguiar cobrou R$250.
O procedimento foi marcado para hoje e o pai da criança foi acompanhado pela promotora de Justiça Francys Galhardo. Como o médico confirmou a cobrança do valor, o caso foi encaminhado à delegacia. Ao saberem do fato, quatro outras mães procuraram a promotora ainda nos corredores da clínica e denunciaram também ter sido vítimas de cobrança irregular pelo mesmo médico, apesar de o atendimento ser via SUS.
O médico está preso sob acusação de concussão.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Se Vila do Conde parar a balança cai

Anterior

Nota de Helder sobre Operação Enredados

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *