0
Hoje, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz se apresenta na Igreja de Santo Alexandre (Museu de Arte Sacra) em Belém, às 20h. O evento é promovido pela Secult e Fundação Carlos Gomes e a entrada é franca.
A OSTP vai interpretar as peças musicais em formato camerístico. A primeira parte terá a Sinfonia nº 25 e o Concerto para Clarinete, ambos de Mozart, com a participação solo do clarinetista Márcio Carvalho. O grand finale será a execução da Sinfonia nº 88, de Joseph Haydn.

A Orquestra é regida pelo maestro e violinista paraense Miguel Campos Neto, que também é regente titular da Orquestra Jovem Vale Música, diretor artístico e regente principal da Chelsea Symphony, em Nova York, ocupa a cadeira de regência da UFPA, em Belém, e colaborou com Roger Waters, o eterno Pink Floyd, em sua Opera Ca Ira, e regeu performances encenadas no Festival Amazonas de Ópera.
A OSTP fará um concerto no dia 25 de junho de 2011, em Santarém (PA) e vai ganhar esta semana do compositor e magistrado trabalhista Vicente Malheiros da Fonseca a partitura do fox-trot de sua autoria “E eu?” para integrar seu repertório. O maestro Esdras de Souza, regente titular da Amazônia Jaz Band, também vai receber a partitura da peça “Amazônia”, de Wilson Fonseca – suíte em 3 movimentos (samba, fox slow e frevo) -, dedicada a ela pelo maestro Isoca, em 1996.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Matadouros precários

Anterior

Comunidades quilombolas

Próximo

Você pode gostar

Comentários