Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Profª Josse Fares doa coleções à UEPA

A professora Josse Fares, nascida em Sena Madureira, Acre, mas parauara de coração – atuou 48 anos em sala de aula nos níveis médio e superior do Pará (é aposentada pelos colégios Deodoro de Mendonça e Marista Nossa Senhora de Nazaré, além da Unama) – numa ação de desprendimento e comprometimento com a difusão do saber e da crença na educação pública de qualidade, doou mil exemplares de sua biblioteca de Letras – sobretudo literatura brasileira, amazônica – para a biblioteca central da UEPA.
Fazem parte do acervo doado algumas joias da bibliofilia: Revista Terra de Vera-Cruz, dos estudos brasileiros do Porto, 1944; Revista Atlântida, Lisboa, 1915; Flores e Canções, de Cecília Meireles, com ilustrações e Vieira da Silva, Confraria dos Amigos do Livro; Coleção completa dos Sermões do Padre Antônio Vieira, da Lello & Irmãos, Porto; coleção da extinta revista Asas da Palavra, da graduação em Letras da Unama; Enciclopédias da Amazônia e da Literatura Amazônica, organizada por Carlos Rocque. A estante machadiana, pertencente à professora, que sempre foi leitora contumaz do autor de D. Casmurro, também integra a valiosa doação.
A UEPA, assim que normatizar e catalogar o acervo, deixará o material disponível em estantes, de modo que os leitores identifiquem a coleção nas capas dos livros com a nomenclatura “Acervo Josse Fares”. 

Josse, esposa do professor doutor Paulo Nunes, é formada em Letras, mestra em Teoria da Literatura pela UFPA e especialista em Literatura Brasileira pela PUC-MG; autora de diversos livros de ensaios e crônicas, com destaque a De Porongas, Cestos e Palavras, editado pela Unama, 2012. Foi reconhecida como Patrona do XVIII Fórum Paraense de Letras; agraciada com a medalha do centenário de Manuel Bandeira, da Seduc, pela difusão da literatura brasileira; e com a comenda da Ordem do Mérito da Cabanagem, na categoria Mérito Especial, da Assembleia Legislativa do Pará. Não bastasse, sempre foi exemplo de doçura, amor ao magistério, o que só realça a sua enorme contribuição à cultura paraense.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *