0

Ontem, 21, à noite, pescadores de São Caetano do Odivelas informaram à delegacia local que avistaram um barco diferente ancorado em uma praia perto do Farol do Itaipu, em São Caetano de Odivelas, sem tripulação e escondido em meio a árvores. De imediato, uma operação da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, via Grupamento Fluvial de Segurança, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar do Pará foi ao local fazer a busca e apreensão da embarcação, identificada como submarino, mas a maré seca não permitiu a operação. Os policiais passaram a noite vigiando o local e hoje de manhã cedo lograram êxito. A Marinha também esteve no local.

Trata-se de submarino artesanal, feito de fibra de vidro e sem grandes dispositivos eletrônicos para navegação, projetado para navegar com a maior parte do casco submerso, movendo-se próximo à superfície, quase invisível entre ondas. Na cor azul, tem aproximadamente 20 metros da proa até a popa (comprimento) e 2,5m de bombordo a estibordo (largura). Durante a ação não houve flagrante e nem apreensão de entorpecentes no submarino, encontrado sem motor e conduzido para o município de Vigia de Nazaré. Foi constatada a presença de combustível misturado com uma substância ainda desconhecida no interior da embarcação.

“Após nossa apreensão a embarcação será repassada ao órgão responsável, para os procedimentos administrativos da parte náutica. Depois essa embarcação vai ser devolvida novamente para o sistema de segurança pública e deve ser providenciada uma perícia e, na sequência, os fatos serão repassados para investigação criminal, onde será apurada a origem e analisada a possibilidade de que esse veículo marítimo era ou não utilizado para o transporte de substância entorpecente”, declarou o secretário adjunto de Gestão Operacional da Segup, Luciano de Oliveira, que comandou a operação.

Em 2015, um narcossubmarino também foi apreendido na mesma região, no município vizinho, Vigia de Nazaré.

Carta aberta dos leigos marajoaras ao núncio apostólico

Anterior

Como acessar absorventes gratuitos

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *