1

O inventor parauara Júlio Cezar Ribeiro de Souza, pioneiro da aviação, completaria 178 anos no próximo dia 13. Para homenagear a sua memória e marcar o imenso legado que deixou, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, e o físico Luís Carlos Bassalo Crispino, ambos professores doutores da Universidade Federal do Pará e membros do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, debateram a construção de um monumento e a denominação de alguma instituição da cidade. Além de ter seu nome no Livro dos Heróis da Pátria, Júlio Cezar denomina o aeroporto internacional de Belém e sua principal via de acesso. Participaram da reunião o presidente da Fundação Cultural de Belém, Michel Pinho, e o arquiteto urbanista José Andrade Raiol.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Posse de Leonam Gondim Jr. na APL

Anterior

Vereadores tentam alterar Plano Diretor de modo ilegal

Próximo

Vocë pode gostar

1 Comentário

  1. Muito boa e oportuna a matéria sobre a defesa da qualidade de vida urbana de Belém.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *