0
Foi muito produtiva a reunião, ontem, da Frente Parlamentar Pró-Hidrovias e Portos do Pará com a Federação das Indústrias, Associação Comercial do Pará e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Os deputados Luis Cunha (presidente da Frente e líder do PDT), Gabriel Guerreiro (relator da Frente e líder do PV) e João Salame (1º Vice-Presidente da Alepa/PPS) e os presidentes da Fiepa, José Conrado dos Santos, e Altair Vieira, da ACP, reforçaram a parceria em torno da luta pela concretização dos projetos estratégicos no modal aquaviário do Pará – eclusas de Tucuruí, hidrovias Tocantins-Araguaia, Guamá-Capim, Tapajós-Teles Pires-Juruena, e Marajó, além dos portos de Marabá e Espadarte e terminais de cargas e passageiros no interior do Estado. O coordenador do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores da Fiepa, David Leal, formatou o Projeto Norte Competitivo – estudo de logística de vários modais – que contempla nove Estados da Amazônia com atração de investidores para a região e já tem apoio da Vale, CMA-CGM e CNI. O projeto será disseminado junto aos municípios, de modo a fortalecer a captação de recursos e alavancar o desenvolvimento amazônico.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Inércia

Anterior

União pelo Pará

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *