Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Operação Carretel em Alenquer e Belém

Trinta agentes da Polícia Federal desarticularam, hoje, com a Operação Carretel, uma organização criminosa que utilizava sentenças judiciais falsas e inserção de processos judiciais falsos nos sistemas do INSS, para fins de obtenção de benefício previdenciário, em Belém e Alenquer, no Pará. Só os benefícios identificados no esquema fraudulento somam R$450 mil, e as investigações apontam prejuízo bem maior. Foram cumpridas 5 conduções coercitivas e 4 mandados de busca, inclusive com o bloqueio de bens dos principais envolvidos na fraude e a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão, entre elas a suspensão da função pública de um servidor do INSS envolvido. Em maio deste ano, foi presa em flagrante a principal “cooptadora” dos beneficiários, fato que desencadeou o início de toda investigação.
O material apreendido será analisado e periciado e, em seguida, as evidências obtidas serão cruzadas com as demais provas já existentes nos autos do inquérito policial, que após relatado será encaminhado para o Ministério Público Federal. A
 Assessoria de Pesquisa Estratégica e de Gerenciamento de Riscos do Ministério da Previdência Social, o INSS e o MPF colaboraram com a PF.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *