0

A briga política entre o governador Helder Barbalho e o prefeito de Ananindeua (PA), Dr. Daniel Santos, se espraiou para as respectivas bases e chegou às raias do absurdo. Hoje, o vereador Bolinha, que era do União Brasil e se filiou recentemente ao MDB, estava vistoriando a pé os serviços de capinação do mato de uma rua ananin e eis que passa por lá, de carro, o secretário municipal de Saneamento e Infraestrutura, Paulo Roberto Cavaleiro de Macedo. Os dois travaram uma discussão violenta sobre a “paternidade” da obra, Bolinha dizendo que a Prefeitura não fez o serviço até hoje e então o governo do Pará vai fazer. Macedo garantindo que quem fará é a Prefeitura e que já está licitado. Com os respectivos dedos indicadores em riste, à altura de ambos os narizes, o vereador e o secretário só não se chamaram de santos. Seria uma comédia pastelão, não se tratasse de interesse público. Confiram o festival de xingamentos no vídeo.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Operação Apate expõe a down high society

Anterior

Show da Amazônia Jazz Band no CAN

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *