Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Nula Mesa da Câmara em Igarapé-Miri

O juiz Eduardo Rodrigues de Mendonça Freire, titular da comarca de Igarapé Miri, concedeu liminar em Mandado de Segurança e determinou que seja realizada nova eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal, no dia 1º de janeiro de 2015, em obediência às normas legais e ao Regimento Interno da Casa. No último dia 17 de dezembro, foi realizada eleição dos dirigentes da Câmara Municipal, mas só havia 7 vereadores em plenário e ainda em data antecipada.
Os demais edis, inconformados com o toma lá-dá cá na composição da Mesa Diretora, resolveram não comparecer e buscar na Justiça uma solução. Na chapa União e Trabalho figuravam como presidente o vereador Nenca, como vice a Pastora Dalva e secretários Neto Nahum e Ângela Maués. 

O município vive dias de grande instabilidade política e administrativa. Para se ter uma ideia, o prefeito, Aílson Santa Maria do Amaral, o Pé de Boto, está afastado e envolvido na CPI do Extermínio da Alepa, acusado de mandar matar seus opositores, além da bandidagem que infestava a cidade. 

Leiam a decisão na íntegra aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *