Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Nova desembargadora no TRT-8

Saiu no Diário Oficial da União de hoje (10) a nomeação ao desembargo da juíza do Trabalho Maria de Nazaré Medeiros Rocha, pelo critério de merecimento, na vaga aberta em decorrência da aposentadoria da desembargadora Pastora do Socorro Teixeira Leal. Titular da 7ª Vara do Trabalho de Belém, a magistrada também atuava como vice-diretora da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região. A posse foi hoje mesmo, às 15h, no Salão Nobre do TRT8, prestigiada por familiares, amigos, magistrados e servidores.

A presidente do TRT8, desembargadora Graziela Leite Colares, conduziu a cerimônia de posse, que foi pontuada pela alegria e teve momentos de muita emoção. “Eu realmente estou muito feliz. Ela será uma excelente colega de trabalho. Quando vejo que a gente recebe uma pessoa sensata, equilibrada, eu fico muito feliz. Ela sempre foi uma juíza muito competente, sempre defendeu suas ideias, eu acho que o Tribunal precisa de juízes assim, com uma consciência social, com a certeza que a Justiça do Trabalho é necessária para todos”, declarou a presidente.

A desembargadora e ex-presidente do TRT8 Rosita Nassar destacou a importância da participação feminina na Justiça do Trabalho com a posse de Maria de Nazaré Rocha. “Representa mais um passo na vida do Tribunal em relação à emancipação e à participação feminina no judiciário, que não é recente, essa participação vem sendo registrada desde muitos anos. Nós tivemos a doutora Semírames Arnaud Ferreira, Lygia Simão Luiz Oliveira, Sulica Batista de Castro Menezes, que foram as pioneiras; seguindo sua trilha isso representa um grande passo na valorização, principalmente em se tratando de uma mulher do padrão da Nazeth, que é uma pessoa compromissada com a causa da Justiça do Trabalho, com o direito do trabalho, sensível às diferenças sociais e aplica aquela correção que o Direito do Trabalho permite tratar desigualmente pessoas desiguais”.

Nazaré Rocha iniciou sua carreira na magistratura como juíza titular da então Junta de Conciliação e Julgamento de Laranjal do Jari, que ela mesma instalou em 1996, numa situação muito difícil. O município, paupérrimo, é no estado do Amapá, na divisa com o Pará, e do outro lado do rio Jari fica o distrito de Monte Dourado, que integra o município de Almeirim (PA). De lá ela foi atuar em Macapá (AP), onde morou também com sua família, e em seguida foi para Breves, no arquipélago do Marajó, e depois para Castanhal e Santarém, que têm realidades completamente diferentes, e por fim chegou a Belém.

Carlos Fernando Pollhuber, diretor da 7ª Vara do Trabalho, trabalhou mais de 23 anos com a que chegou ao desembargo e deu seu testemunho: “é um coroamento de muito trabalho, de muita dedicação da doutora Nazaré, uma juíza extremamente preocupada com o jurisdicionado, em tentar fazer a justiça da melhor maneira possível. Ela é merecedora deste dia”.

Após o juramento solene e posse, a magistrada lembrou sua trajetória, os desafios enfrentados nos municípios do interior, e agradeceu o apoio que sempre teve, desde do tempo da Universidade Federal do Pará, do seu marido, o também desembargador e ex-presidente do TRT8, Francisco Sérgio Silva Rocha.

“Passei por várias comarcas, várias Varas do Trabalho, onde residi junto com a minha família, minhas filhas, sempre trabalhando em prol da sociedade, dos valores da Justiça do Trabalho, dando minha contribuição para a melhoria do nosso país. É um desafio muito grande, recebo esta missão que me foi dada e eu espero responder à altura desta grande responsabilidade. É uma honra assumir como desembargadora de um Tribunal tão renomado, tão reconhecido nacionalmente”, acentuou a nova desembargadora, em seu pronunciamento.

Ela recordou com orgulho a experiência rica de atuar nas Varas do Trabalho em cidades do interior do Pará. “Eu até então nunca tinha morado fora de Belém, mas, quando passei no concurso da magistratura, assumi esse desafio de mudar de residência e isso também enriqueceu muito a minha trajetória de vida, os meus conhecimentos da jurisdição, porque eu tenho um pouquinho de visão de cada polo completamente diferente. O Brasil já é um mundo, o Pará não fica atrás, é um mundo igual. Então isso é muito bom, a gente acumula essa bagagem cultural, de desafios que foram enfrentados, que servirão agora nessa nova etapa da minha vida, e eu espero estar à altura e com muita honra assumo o cargo de desembargadora do TRT da oitava região”, declarou a empossada.

Além da desembargadora presidente Graziela Leite Colares, também participaram da cerimônia as desembargadoras Rosita de Nazaré Sidrim Nassar, Suzy Elizabeth Cavalcante Koury e Ida Selene Duarte Sirotheau Correa Braga; e os desembargadores Francisco Sérgio Silva Rocha, Marcus Augusto Losada Maia e Paulo Isan Coimbra da Silva Júnior.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *