Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 245/2021, de autoria do Poder Executivo, dispondo sobre a denominação do Arquivo Público do Estado do Pará, em homenagem ao jurista e professor paraense Zeno Augusto de Bastos Veloso,…

Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Naufrágio na baía do Marajó

Órgãos da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), em conjunto com equipes do 4º Distrito Naval da Marinha, resgataram com vida seis pessoas que estavam no barco Luan, com capacidade para 70 pessoas, que naufragou na baía do Marajó, entre Barcarena e Ponta de Pedras, hoje por volta das 16h, devido aos fortes ventos, que viraram a embarcação. As buscas prosseguem. Três mortes foram confirmadas. Agentes de segurança do Corpo de Bombeiros de Belém, Barcarena e Abaetetuba, dos Grupamentos Fluvial e Aéreo, além da Companhia de Policiamento Militar, da Polícia Civil, do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e da Capitania dos Portos atuam na operação de resgate às vítimas. Até agora ainda não se sabe quantas pessoas estavam a bordo. Muitas embarcações pequenas, junto com o navio Salmista, que passava no local, na hora do acidente, estão ajudando nas buscas. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *