Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Ministro caiu

O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, caiu há pouco. Hoje, matéria de O Globo revela que o patrimônio de seu filho, Gustavo Morais Pereira, arquiteto de 27 anos, aumentou 86.500% em cinco anos. O MPF já está investigando o caso.
Em 2007, a Forma Construções – empresa do filho do ministro – recebeu R$ 450 mil da Socorro Carvalho Transportes, que presta serviços ao Ministério dos Transportes. Nesse mesmo ano, o Fundo da Marinha Mercante, administrado pelo Ministério dos Transportes, repassou R$ 3 milhões à Socorro Carvalho. Em 2008, a empresa ganhou mais R$ 4,2 milhões.
A SC Transportes está em nome de Marcílio Carvalho e Claudomiro Picanço Carvalho. Em 2006, Picanço foi o principal doador da campanha de Nascimento ao Senado. Também doou R$ 12 mil ao PR. Marcílio é marido de Auxiliadora Carvalho, chefe do Dnit no Amazonas e em Roraima.
Ao MPF, Gustavo Nascimento disse que o dinheiro recebido da SC Transporte é fruto da venda de um imóvel. Em 2005, aos 21 anos, ele e dois sócios fundaram a Forma Construções. Em 2007, a empresa declarou patrimônio de R$ 52,3 milhões à Receita Federal. Um ano antes, os ativos somavam R$ 17,7 milhões.
A empresa construiu em curto período um conjunto de 86 casas de alto padrão e um prédio comercial de 20 andares, num bairro nobre de Manaus. A investigação em curso aponta indícios de patrimônio incompatível com a renda declarada por Gustavo.

A IstoÉ desta semana traz reportagem devastadora, inclusive com transcrição de um vídeo mostrando Alfredo Nascimento e o deputado Valdemar Costa Neto trocando filiações por obras públicas. Veja aqui.

Nascimento vai reassumir sua vaga no Senado. Entre os nomes cotados para substituí-lo figuram o do senador Blairo Maggi (PR-MT), ex-governador do Mato Grosso e do ex-ministro e atual secretário-executivo da pasta, Paulo Sérgio Passos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *