0
O Informe Técnico do Mercado de Trabalho Paraense, da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará, diz que os setores de Comércio e Serviços foram os que cresceram na geração de emprego no Estado, conforme análise feita sobre os dados do Ministério do Trabalho e Emprego, referentes a fevereiro de 2015. O mercado de trabalho parauara teve redução de 815 vínculos, mantendo série negativa de cinco meses consecutivos, ao contrário dos últimos quatro anos nesse período. A Fapespa registra que o desempenho ruim foi comum em 17 estados brasileiros, refletindo momento desfavorável da conjuntura econômica do País, que encerrou o mês com redução de 2.415 empregos formais. 

Ananindeua gerou o maior saldo positivo de emprego, com 344 novos vínculos, seguida por Vitória do Xingu, com 337 novos empregos, e Canaã dos Carajás, que gerou 312 trabalhos formais em fevereiro. 

Para ler o estudo completo, clique aqui.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Plano de Erradicação do Trabalho Escravo

Anterior

Novo CPC & PJe

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *