0

No próximo dia 5, o Dia da Amazônia será celebrado por artistas amazônidas com o lançamento da música “Kwá Yãné Redawa – que em nheengatu significa “este é o nosso lugar”, manifesto poético através de clipe gravado em sete estados da Amazônia Legal, dentro do projeto Vozes da Amazônia, que também se desdobrará em evento presencial e almeja se tornar um festival nos próximos anos.

Os parauaras Silvan Galvão e Nilson Chaves são autores, intérpretes e anfitriões do projeto. Outros dois paraenses fazem parte da canção: o compositor Joãozinho Gomes, na letra, e a atriz Dira Paes, que interpreta um poema. Do Amapá, a cantora Patrícia Bastos; Graça Gomes é a sonoridade do Acre; o Amazonas é representado por Ellen Fernandes; a cantora Euterpe é a voz de Roraima; Bado representa Rondônia; e Genésio Tocantins fala de seu estado.

O videoclipe ilustra essa imensa riqueza, cada artista em sua terra natal, mostrando a floresta, o povo e os costumes. “Neste projeto, a Amazônia é a protagonista”, explica Silvan Galvão, salientando a importância de ser feito pelas vozes da região. “Nós somos guardiões da maior biodiversidade do planeta com nossos saberes, costumes, tradições e cultura. Somos vozes diversas que se desenvolvem de forma única nos territórios desse universo verde”, diz o idealizador do projeto.

O videoclipe será lançado nos canais do Silvan Galvão e do Projeto Saúde e Alegria e a música estará nos principais canais digitais (pré save), com apoio do Selo Alter do Som. Haverá pré-lançamento no evento presencial Vozes da Amazônia, durante todo o dia 3 de setembro, em São Paulo, na Cervejaria Tarantino, com shows, intervenções artísticas, venda de artesanato e degustação da culinária amazônica. Três dos nove artistas que interpretam a música estarão presentes e farão a primeira apresentação ao vivo: Nilson Chaves, Silvan Galvão e Patrícia Bastos.

Parceiro da iniciativa, o Projeto Saúde e Alegria, que atua na região de Santarém (PA), também exibirá o clipe em eventos do Projeto Vozes pela Ação Climática, que está organizando com diversos parceiros na semana da Amazônia. “Nós estamos buscando dar visibilidade às expressões do povo da Amazônia, que a muito custo tenta manter esta floresta em pé, porque depende dela de corpo e alma pra sobreviver, e pela sua importância para o equilíbrio do clima no planeta”, afirma o coordenador do PSA, Fábio Pena.

Juíza do Pará assume diretoria na Anamatra

Anterior

Leilão de 15 aeroportos rendeu R$ 2,716 bilhões

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *