Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Jatene e Alckmin na Câmara Federal

A Comissão Especial que debate o pacto federativo na Câmara Federal promove hoje, às 14h, no Plenário 3, audiência pública com os governadores tucanos Geraldo Alckmin (SP) e Simão Jatene (PA). Os deputados federais têm consciência de que Estados e municípios não aguentam mais a falta de recursos e a indefinição de papéis. Estão na ponta de setores como saúde, educação, segurança e limpeza urbana, mas na contramão do que é arrecadado. Há uma incapacidade financeira para executar os serviços voltados aos cidadãos. A União concentra cada vez mais arrecadação mas não é prestadora de serviço. A concentração da receita tributária na mão do governo federal e principalmente nas concessões tributárias que patrocina em cima dos tributos compartilhados, como o IPI, está matando de inanição Estados e municípios.
E não basta melhorar a divisão dos tributos, é preciso pensar meios de fiscalizar melhor a aplicação desse dinheiro pelos gestores. E também ter mecanismos que façam a aferição da qualidade do serviços. 
A receita proposta é: definir claramente as atribuições de cada ente federativo, ter financiamento adequado e os resultados.

O debate foi sugerido pelo presidente da Comissão Especial, Danilo Forte (PMDB-CE), e pelo deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA). Alckmin defende uma fiscalização mais rígida na cobrança de ressarcimento dos planos de saúde ao poder público quando utilizam o SUS. Jatene enfatiza como prioridade efetivar a compensação aos Estados pela desoneração das exportações e recompor as fontes de recursos dos fundos constitucionais distribuídos a Estados e municípios. Na Marcha dos Prefeitos a Brasília, e na reunião dos governadores de todo o Brasil no Congresso Nacional, em maio, o tema foi recorrente.  

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *