0

Nos próximos quatro anos, todas as informações oriundas do monitoramento da Amazônia por satélite feitas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais serão processadas em Belém, que amanhã inaugura, às 9 horas, o Laboratório de Monitoramento Global das Florestas Tropicais por Satélite, dentro Parque de Ciência e Tecnologia do Guamá.

Também será celebrado convênio entre Eletrobras/Eletronorte, Fundação Guamá e o Estado do Pará, destinado ao diagnóstico e gestão de eficiência energética nas indústrias do Pará.

O Centro Regional do Inpe na Amazônia, sediado no Pará, cuja meta é se tornar a maior referência mundial em monitoramento de florestas tropicais, abrange também a Estação de Recepção de Dados de Satélites, que fica em Boa Vista(RR) e o Núcleo de Monitoramento Ambiental do Inpe, em Manaus (AM).

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Já começou

Anterior

Oposição reage

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *