A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Impressões da Fé

Abriu hoje a exposição de cartazes do Círio “Impressões da Fé” e de esculturas “Miniaturas do Círio”, no Museu do Círio. A mostra segue até o dia 30 de novembro, promovida pelo Governo do Pará, via Secretaria de Estado de Cultura e Sistema Integrado de Museus e Memoriais. Um dos destaques é um cartaz datado de 1878, verdadeira raridade que foi toda recuperada por técnicos da Secult.
Ao todo são 25 cartazes do acervo do Museu do Círio. No símbolo, é possível ver representados a primeira igreja, que substitui a erguida onde se fazia culto à senhora de Nazaré e milagres atribuídos à santa. A peça é de valor histórico imensurável. O cartaz do Círio de Nazaré é considerado um dos ícones mais importantes da festa, é tradição antiga das famílias católicas paraenses colarem-no na porta de entrada de suas residências. Entre as esculturas expostas, atrai a curiosidade geral o conjunto de elementos da procissão como promesseiros, corda, carro dos milagres e berlinda, confeccionados em massa epóxi com menos de meio centímetro, dispostos em uma cúpula de vidro, e que só podem ser visualizados com a utilização de uma lupa. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *