0

A concessão dos serviços de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos  em Belém vai para o Consórcio Natureza Viva, integrado pelas empresas CS Brasil Transporte de Passageiros e Serviços Ambientais Ltda, Terraplena Ltda, Promulti Engenharia e Infraestrutura e Meio Ambiente Ltda. O contrato será assinado ainda este mês. 
O prefeito Edmilson Rodrigues garantiu que haverá mais rotas, carros coletores e trabalhadores envolvidos na zeladoria da cidade. 

O consórcio vencedor apresentou o valor fixo mensal de R$ 32.668.572,59 para a realização dos serviços de limpeza pública, que englobam coleta e transbordo, transporte e triagem para fins de reutilização ou reciclagem. O contrato tem duração de trinta anos, valor total de R$ 11.760.686.131,65 e contraprestação mensal de R$32,7 milhões. A previsão de investimento é de R$700 milhões ao longo do contrato, dos quais cerca de 400 milhões nos primeiros dez anos.

A licitação também inclui o tratamento, destinação e disposição final de forma ambiental adequada dos resíduos sólidos urbanos e provenientes de estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços, com volume e composição equiparáveis ao lixo domiciliar, e os resíduos de serviços de saúde e da construção civil.

O contrato prevê, ainda, a construção de um novo centro de tratamento de resíduos com capacidade para mais de 2.500 toneladas diárias de lixo urbano, com possibilidade de ampliação para até 4 mil toneladas por dia, caso o consórcio venha a atender outras cidades da região metropolitana de Belém

A homologação do resultado da licitação foi publicada na edição desta terça-feira, 9, do Diário Oficial do Município.

A urgente requalificação dos canais de Belém

Anterior

Documentário revela pluralidade étnica de Belém

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *