0
Foto: Antonio Silva
O prazo do diferimento do ICMS para mineradoras está acabando e as rodadas de negociação estão intensas. Na última reunião com a turma do alumínio – leia-se o presidente e CEO da Hydro, Svein Brandtzaeg, o presidente da empresa no Brasil, Alberto Fabrini Jr., e o diretor de Relações Governamentais e Comunicação da Hydro Brasil, Anderson Baranov; o presidente mundial da Nippon Amazon Aluminium, Michitaka Nakatomi, e o diretor da companhia no Brasil, Osamu Yasuda -, de um lado o grupo chorou miséria, lamentando o cenário do mercado mundial no setor, que enfrenta forte retração, e de outro o governador Simão Jatene deu um aperto. Em discurso duro, reforçou a necessidade de verticalização da produção e mais benefícios em troca da exploração dos recursos naturais. Foi definido que equipes técnicas do governo do Estado e das empresas vão trabalhar em conjunto a fim de encontrar formatos que garantam competitividade do produto paraense no mercado mundial, que agora apresenta forte concorrência, sobretudo da China. 

O presidente da Hydro, Svein Brandtzaeg, salientou o diálogo aberto e Nakatomi, da Nippon Aluminium, pontuou os vários estudos já em andamento para avançar na questão da verticalização no Estado. Outras reuniões já estão agendadas.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Projeto logístico do Pará exposto no MF

Anterior

Alepa pede parceira do Basa no Marajó

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *