Na terça-feira da semana passada (19), quando estava em votação no plenário da Assembleia Legislativa projeto de Indicação de autoria da deputada Professora Nilse Pinheiro transformando o Conselho Estadual de Educação em autarquia, detentora de autonomia deliberativa, financeira e administrativa,…

A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Alepa pede parceira do Basa no Marajó

A convite do presidente da Casa, deputado Márcio Miranda, o presidente do Banco da Amazônia, Valmir Rossi, e toda a diretoria do Basa foi à Assembleia Legislativa informar o montante de investimentos feitos pelo banco no Pará, e o que está programado para 2015 e os próximos anos. Para este ano, estão disponíveis R$2,104 bilhões,entre crédito de fomento e comercial e recursos do FNO, para aplicação no Pará, além de R$870 milhões do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), OGU(Orçamento Geral da União), FDA(Fundo de Desenvolvimento da Amazônia) e FMM (Fundo da Marinha Mercante). O Basa atende projetos de atividades como captura e industrialização de pescado, manejo florestal sustentável, agroindústria, indústria, turismo, exportação, comércio e prestação de serviços, entre outros. Após a exposição e debate com os deputados, Márcio Miranda pediu que o Basa aponte de que maneira pode ajudar efetivamente a mudar a realidade dos cinco municípios mais pobres do Pará, que estão situados no arquipélago do Marajó, com IDH mais baixo do País, através de injeção de recursos e assessoria técnica. O presidente Valmir Rossi se mostrou disposto a agir de modo diferenciado na região, e ficou de enviar à Alepa informações detalhadas acerca dos investimentos nos municípios paraenses.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *