0

Para conhecer a emblemática usina hidrelétrica localizada na Volta Grande do rio Xingu, uma comitiva composta pelo Sistema Fiepa – Federação das Indústrias do Pará e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) visitou o complexo de Belo Monte nos dias 27 e 28 de junho.

O vice-presidente executivo da Fiepa e presidente do Centro das Indústrias do Pará, José Maria Mendonça, foi só elogios ao que viu. “Belo Monte é uma obra necessária e aqui pudemos ver a geração de energia limpa, renovável e que hoje é a energia mais barata do Brasil. Ficamos felizes em ver que ela é viável e economicamente necessária para o Brasil, como um fator de regulação do sistema elétrico nacional”, declarou.

Para o vice-presidente e presidente eleito da Fiepa, Alex Carvalho, a magnitude do projeto impacta positivamente o Pará e o Brasil. “A Norte Energia contribui significativamente para geração de energia limpa e renovável, importantíssimo para o crescimento e desenvolvimento do país. Além disso, a empresa tem tido um papel fundamental no crescimento e desenvolvimento da sociedade de Altamira e nós da Federação das Indústrias do Estado do Pará estamos aqui para unir forças para contribuir com esse trabalho de desenvolvimento e de sustentabilidade ambiental”, afirmou.

Já o secretário adjunto da Sedeme, Carlos Ledo, disse que a oportunidade foi importante para conhecer os benefícios da empresa para o Pará e para outras regiões brasileiras. “Estou muito satisfeito com a visita a Belo Monte e ao Complexo Pimental, que são estruturas que servem de suporte para eletrificação do Brasil todo, inclusive socorrendo regiões como o sudeste em eventuais falhas de transmissão”.

As 36 condicionantes da obra, sob a responsabilidade da Norte Energia, se desdobram em 71 ações. Destas, 18 obrigações estão concluídas e validadas pelo Ibama; 13 estão atendidas e aguardando validação dos órgãos competentes; e 40 em atendimento. Trinta delas são permanentes e perdurarão como status “em andamento” durante toda a concessão. Dez são obrigações relacionadas a pescadores, ribeirinhos e indígenas, e dependem de órgãos como prefeituras, FUNAI, Ideflor, IPHAN, ICMBio.

Maior usina hidrelétrica 100% brasileira, Belo Monte, localizada em Altamira, no Pará, tem importância estratégica para a segurança energética do país, e entrega a energia limpa e renovável mais barata para os consumidores brasileiros. Em 2022, o Complexo, formado também pela UHE Pimental, bateu recorde de produção de energia. Foram mais de 37 milhões MWh (Mega-Watt hora), 6% da energia produzida por todas as usinas interligadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN), independentemente da fonte de combustíveis. A UHE é responsável por 10,7% da matriz hidrelétrica brasileira e tem capacidade de atender, sozinha, 25% da população do país.

Expedição Xingu identifica novas espécies de peixes

Anterior

Prefeito de Oriximiná fez Acordo de Cooperação com a Sedeme

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *