0
A população de Soure, no arquipélago do Marajó, prova que é possível se organizar e promover as mudanças necessárias. A partir da constatação da demanda reprimida na área de saúde que revela pessoas esperando há dez anos por exames médicos, sendo que muitos morreram por falta de assistência, o bispo emérito Dom José Luiz Azcona, o bispo do Marajó Dom Evaristo Pascoal Spengler, a paróquia Menino Deus e a Comissão Justiça e Paz da CNBB Norte II lideraram ampla campanha solidária a fim de recuperar o prédio da Prelazia – que passou anos cedido para sediar o hospital municipal -, de modo a abrigar ações de assistência médica, que vão beneficiar inclusive os cidadãos de Salvaterra e Cachoeira do Arari. 

Os empresários locais aderiram de pronto, doando material de construção, comunitários se dispuseram a trabalhar em mutirão, dono de empresa de navegação doou viagens para transportar o que fosse necessário e os fiéis contribuíram através do dízimo. Além disso foram realizados sorteios, rifas e quermesses, e o resultado é que o Centro Social da Prelazia de Soure está pronto e já vai ser inaugurado neste dia 8, com a Expedição Marajoara da Liga Acadêmica Paraense de Saúde da Mulher, organizada pela Comunidade de Santo Agostinho e coordenada pela médica Léa Araújo, com a parceria do Departamento de Hepatites Virais e IST/AIDS da Sespa, Academia Paraense de Biomedicina, Patologia Clínica, Medicina Clínica e Diagnóstica, Neurologia, Hepatologia e Banco Social de Doação de Órgãos e Transplantes Fiepa/Sesi/Cores. 

Com a mobilização e a adesão impressionante de pessoas do bem, que além do seu trabalho vão doar alimentos e medicamentos à população necessitada (um fazendeiro já doou um boi para ajudar a alimentar os voluntários, ainda é pouco), 73 profissionais de saúde vão oferecer, durante uma semana, consultas médicas em diversas especialidades, entre elas Ginecologia, Pediatria, Neuropediatria, Patologia, Oftalmologia, Cardiologia, Geriatria, Infectologia, Gastroenterologista, Neurologia e Clínica (Saúde da Família), equipe de Enfermagem, dispensação de medicamentos por farmacêutico, atendimento com psicólogos e fisioterapeutas, testes rápidos para hepatite B e C, HIV e sífilis, exames de urina, bacterioscopia, parasitológico das fezes e glicemia capilar, além de palestras educativas sobre promoção da saúde e prevenção de doenças e coleta de PCCU. Haverá contação de histórias para crianças e distribuição de material sobre o Banco Social de Doação de Órgãos e Transplantes. Médicos voluntários estão vindo até do Rio de janeiro, pagando suas próprias passagens de avião e ainda trazendo doações. O bispo Dom Azcona enviou pedido à aérea Gol no sentido de dispensar a cobrança das bagagens, pelo alto alcance social.

A precariedade dos serviços de saúde na região é antiga. Em junho de 2014, por conta da situação, uma revolta popular explodiu em Soure, com manifestantes exigindo a renúncia do então prefeito João Luiz Melo, e por fim destruindo a casa onde ele morava. Como resultado dos protestos, a cidade foi ocupada por tropas da PM e 22 manifestantes ainda hoje respondem a processo sobre as depredações, mas a saúde permanece calamitosa. Dom José Luís Azcona, em reunião com o procurador da República Felipe Moura Palha, recentemente, voltou a clamar por ajuda aos marajoaras.


O exemplo de solidariedade é lindo e eficaz. As pessoas que puderem ajudar com doações de medicamentos e alimentos não perecíveis podem entregá-los na igreja de Queluz (Cipriano Santos, 311, perto do Terminal Rodoviário de Belém) e na residência da Prelazia do Marajó em Belém (Teófilo Conduru, 99, entre Av. Ceará e Cipriano Santos, Canudos), em nome de Dom Azcona.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Afronta ao patrimônio histórico e cultural

Anterior

Falta de zelo

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *