0
Há pelo menos dois meses, todas as vezes em que trafeguei na rua Manoel Barata, entre Presidente Vargas e Frei Gil de Vilanova, vi dois buracos enormes que se expandiam no sentido de seccionar a via. Como sempre, nenhuma providência foi tomada. Até que há pouco os carros estavam voltando de ré porque a rua ficou impedida. Agora, depois de enormes transtornos e risco de acidentes fatais, alguma alma na administração municipal poderá se importar e mandar tapar a vala. Provavelmente o serviço será mal executado e depois de uma semana terá que ser refeito, só para não variar. E ainda acham ruim quando alguém reclama.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Expedição marajoara

Anterior

Bois caloteiros

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *