Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Estradas e hidrovias no MP

Ontem, o deputado Júnior Hage(PR) aproveitou a visita à Alepa do procurador geral de Justiça, Marcos Antonio Ferreira das Neves, que convidava para sua posse amanhã, na recondução ao cargo, e pediu providências do MPE para que cessem as contratações, pelas prefeituras e Estado, de serviços de mera terraplenagem nas estradas, porque os empreiteiros dizem que lançaram milhões de metros cúbicos de aterro, por exemplo, e na primeira chuva o material vai todo embora e tudo volta à estaca zero, ninguém fiscaliza e o dinheiro do zé povinho é levado na enxurrada. 

Por outro lado, o deputado Ozório Juvenil(PMDB) quis saber a quantas anda o projeto da hidrovia do Marajó. Como se sabe, em 1998 o Governo do Pará tinha projeto, licença ambiental e até os recursos alocados no orçamento, mas foram tantos os entraves colocados pelos MPE e MPF e ongs, sem falar dos partidos de oposição, que tudo foi inviabilizado. 

O PGJ disse que vai chamar o grupo do MPE-PA que trata do transporte e da improbidade administrativa, chefiado pelo procurador de Justiça Nelson Medrado, e fazer uma reunião com os deputados a fim de tratar dessas questões. Vamos acompanhar e cobrar. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *