Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Encerramento do Festival de Ópera


Fotos de Carlos Sodré
Amanhã é o dia do Concerto de Encerramento  do Festival de Ópera do Theatro da Paz, às 20h, em um grande palco montado na praça da República, ao ar livre. Durante o espetáculo, o público vai poder assistir a árias das óperas que foram cantadas durante toda a programação, além de outras peças. No repertório está o dueto “Au Fond du Temple Saint”, do barítono Leonardo Neiva e o tenor Fernando Portari, em “Os Pescadores de Pérolas”, além de solos do baixo barítono paraense Andrey Mira e da soprano Camila Titinger. Os cantores líricos paraenses Thaina Souza, Lanna Bastos, Ione Carvalho, Kézia Andrade e Mar Oliveira também estrelarão a noite. O tenor Fernando Portari vai cantar as emocionantes “Je Crois Entendre Encore”, de Os pescadores de Pérolas, e “Nessum Dorma”, da ópera “Turandot”, na qual será acompanhado pelo Coro Lírico, com regência do maestro Vanildo Monteiro“Glória All Egitto”, da ópera “Aída”, de Giuseppe Verdi; e “Libiamo ne ‘lieti calici”, da ópera “La Traviata”, também serão executadas. Um trecho da opereta “A Viúva Alegre” reunirá todo o elenco. A Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz será regida pelo maestro  Miguel Campos Neto – que também é o diretor geral do concerto – e a supervisão é de Gilberto Chaves e Mauro Wrona. 

As novidades ficam por conta da inclusão no repertório de uma canção característica de musical, ‘O Homem de La Mancha’, ‘Sonho Impossível’ – que será cantada pelo barítono Leonardo Neiva – e uma bailarina de dança flamenca que vai dançar um trecho da ópera “Carmem”, de Georges Bizet. 
Estamos muito felizes com o resultado deste ano. Apostamos em Fernando Meirelles, um diretor estreante em óperas, e o que vimos foi uma montagem (‘Os Pescadores de Pérolas’) que encantou a todos. Vimos a estreia em Belém da ópera ‘A Ceia dos Cardeais’, encenada em uma igreja (de Santo Alexandre), e tivemos casa lotada em todas as récitas. Recebemos diversos elogios da crítica e do público, e isso só nos dá mais motivos para seguir fazendo o melhor. Em 2016 é o aniversário de 400 anos de fundação de Belém. Já está certo que a Secretaria de Cultura vai promover um concerto com a ‘Missa de Nossa Senhora da Conceição’, de Carlos Gomes, e pensamos em uma ópera que honre, em grandeza, o aniversário da capital paraense”, anunciou Gilberto Chaves. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *