Membro da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon), a professora doutora Leila Márcia Elias participou recentemente do Congresso Internacional de Contabilidade da Universidade de São Paulo. Como parte da programação do Núcleo de Contabilidade e Meio Ambiente da USP, que…

Shäron Moalem, médico que ficou conhecido mundialmente por prever no começo da pandemia da Covid-19 que mais homens morreriam vítimas do vírus do que mulheres, diz que o sexo feminino é mais forte que o masculino quanto à sobrevivência, assim…

No período de 10 a 28 de agosto, o navio-hospital-escola Abaré começa nova expedição, oferecendo a 75 comunidades do rio Tapajós nos municípios de Santarém, Aveiro e Belterra serviços de atenção básica à saúde: consultas médicas, odontológicas e de enfermagem,…

O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil ativou nesta quarta-feira (4), o Grupo de Embarcações de Operações Ribeirinhas do Norte uma nova Organização Militar em Belém (PA), com propósito de contribuir para a aplicação do Poder Naval na área…

Dissidência recua na Alepa

Os bizuns de que haveria outra chapa em formação para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, cuja eleição e posse será no próximo domingo, dia 1º, colocaram em efervescência os bastidores políticos parauaras. Treze deputados estaduais, digamos, insurgentes, planejavam somar 21 e emplacar outro nome no lugar da deputada Ana Cunha(PSDB) na 1ª Secretaria da Casa. Seria o deputado Júnior Ferrari(PSD), que já foi duas vezes 1º vice-presidente e não esconde sua disposição de pleitear a presidência da Alepa, no biênio 2017/2018. 

Mas o presidente, deputado Márcio Miranda(DEM), agiu rápido e escanteou a galera. Como as vagas na chapa que montou para sua reeleição são dos partidos que o apoiam, só os candidatos à Mesa alcançam 26 votos, mais dois relativos ao novo líder do Governo, deputado Eliel Faustino(SDD), totalizando 28 votos, mais do que suficientes para garantir a a eleição, sem qualquer espaço para uma virtual dissidência. 

A chapa está assim composta: presidente, Márcio Miranda(DEM – 2 deputados), 1º vice-presidente, Fernando Coimbra(PSD – 3 deputados), 2º vice-presidente, Cássio Andrade (PSB – 2 deputados), 1ª Secretaria, Ana Cunha (PSDB – 6 deputados), 2ª Secretaria, Chicão(PMDB – 8 deputados), 3ª Secretaria, Tião Miranda (PTB, 2 deputados) e 4ª Secretaria, Airton Faleiro (PT – 3 deputados).

Ao ser informado dessa conta na ponta do lápis, hoje, o movimento recuou. E, após rodadas de conversas que ocuparam o fim de semana de todos, a chapa única vai fortalecida para o dia D.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *