0
A recuperação de grande parte da Alça Viária, o asfaltamento de trechos inteiros da rodovia que dá acesso ao porto de Vila do Conde, em Barcarena, a conclusão das obras da estrada que liga Santarém à Vila de Alter-do-Chão e a completa restauração do trecho Parauapebas até a PA-150, rompida em diversos pontos, são as metas prioritárias da Secretaria Estadual de Transportes nas próximas semanas, diz release que me foi enviado, de lavra da Ascom/Setran, adiantando que já instalou usina de asfalto no Km 34 da Alça Viária e fez tomada de preço para fornecimento de asfalto destinado a rodovias que cortam Abaetetuba, (Vila de Beja), Barcarena, (Alça/trevo do Peteca), Igarapé-Miri, (Vila Maiauatá), além do trecho Baião/Mocajuba, que começa a ser asfaltado ainda no primeiro semestre e deverá estar concluído até final do ano.
Mais: a prioridade é recuperar as principais rodovias afetadas pelas fortes chuvas deste inverno, incluindo as regiões mais distantes como a Calha Norte, para manter em condições de tráfego a PA-254 e as rodovias de acesso aos municípios de Alenquer, Monte Alegre, Prainha, Óbidos, Oriximiná e outras.
Segundo a Secretaria, se o tempo permitir, as rodovias interditadas estarão todas recuperadas em cerca de um mês. As mais complexas, que exigem restauração de rede de drenagem, aterro e novo asfalto devem demorar um pouco mais.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Equívoco imperdoável

Anterior

Alô, MPE!

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *