Os dirigentes do Sindicato e da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa festejaram o resultado da reunião de hoje com o presidente da Alepa, deputado Chicão, que também convidou para o encontro o Chefe de Gabinete da Presidência, Reginaldo Marques…

A Administração Superior do Ministério Público do Pará está empenhada em fortalecer a atuação dos promotores de justiça no arquipélago do Marajó, onde a situação de extrema pobreza, agravada pela pandemia, perpetua crimes gravíssimos como os abusos e exploração sexual…

“A Prefeitura de Belém, por meio da Comissão de Defesa Civil de Belém, informa que realizou vistoria técnica no bloco B do imóvel localizado na avenida Presidente Vargas, 762, no dia 11 de fevereiro, às 9h, em conjunto com representantes…

DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

Desamparo ao trabalhador

Nesta quinta-feira, às 09 horas, a Alepa promove audiência pública para debater o caso dos ex-servidores da Sucam – hoje Funasa – contaminados por agentes químicos durante campanhas de combate a endemias. Durante mais de 20 anos, sem qualquer proteção, eles usaram pesticidas para borrifar casas com a missão de erradicar dengue, febre amarela e malária. Hoje, por causa do contato prolongado com esses agentes, sofrem de doenças graves e reclamam indenizações, muitos enfrentando batalha judicial. Entre os agentes químicos causadores dos problemas está o DDT – Dicloro Difenil Tricloroentano – largamente utilizado após a segunda guerra mundial contra mosquitos transmissores da malária e do tifo.
A sessão foi solicitada ao deputado Arnaldo Jordy pelos próprios servidores, que querem discutir os encaminhamentos dados pela justiça. Muitos prejudicados estão aposentados e outros já teriam até morrido por causa do problema. Em todo o Brasil, há mais de mil trabalhadores contaminados e em Belém são cerca de 300, com registro de pelo menos 93 trabalhadores apresentando diagnóstico positivo com alto índice de contaminação.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *