0

“Você aí, respeitável leitor, já escolheu quais são as maravilhas do Pará? Estão no páreo, por enquanto, o Cristo Redentor, de Castanhal; o Menino Jesus, de Marituba, o Canguru da Sorte, da Radiolux, na categoria maravilha móvel; e a Estátua da Liberdade, da Belém (R$1,99) Importados, na Pedro Álvares Cabral”. O blog acrescenta à impagável nota do Guilherme o Pórtico de Castanhal; o obelisco na entrada de Salinas; o Viaduto de Santarém; e – por que não? – a feira da 25 de Setembro, em Belém, única rua no mundo a ter uma feira livre construída pela própria prefeitura acabando com a paisagem e prejudicando o ir e vir.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Sobrou para a publicidade

Anterior

Fulminante

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *