0
A Escola José Alves Ramos, na zona rural de Igarapé Açu,  está há meses sem funcionar, por falta de professores, prejudicando todas as crianças e adolescentes da comunidade Vila São Jorge, do Km 18.  Os pais já fizeram diversos apelos a dirigentes da URE, mas a Seduc nada providenciou. Agora, vão pedir ação do Ministério Público. É preciso que o secretário de Estado de Educação, Helenilson Pontes, resolva urgentemente essa triste situação que está deixando tantos meninos e meninas fora da escola.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

A mulher, a coragem e a violência

Anterior

MP apura denúncia quilombola em Óbidos

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *