0
Você sabia que a cada 5 minutos uma mulher é agredida e a cada 2 horas uma mulher é assassinada no Brasil? São quase 500 anos de atraso social. Em 1580, Lucrezia d’Este, filha de Ercole II e Renèe di France e sofrida mulher de Francesco della Rovere, fundou a primeira instituição no mundo para defender as mulheres que sofriam violência de seus maridos e parentes, em Ferrara, na Itália.  Lucrezia nasceu em 1535 e, por razões diplomáticas, foi obrigada a casar com o herdeiro de Urbino quando tinha 35 anos e ele 22 anos. Arrastada de forma humilhante pelo marido no dia do casamento, foi morar em Pesaro/Urbino, onde passava horrores.
A duquesa tinha permissão para visitar a família em Ferrara e numa dessas viagens viveu secreta história de amor. Quando seu irmão Alfonso II descobriu o caso resolveu silenciar o escândalo matando o amante. Lucrezia não quis voltar para o marido e pediu autorização da Santa Sé para uma separação, que o Papa não decretou mas permitiu que ela vivesse sozinha em Ferrara, onde deixou sua marca na história. 
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Alô, polícia!

Anterior

Crianças fora da escola em Igarapé Açu

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *