0
Deve entrar em pauta e ser aprovada sem problemas no plenário da Alepa, amanhã, a prestação de contas da governadora Ana Júlia Carepa, referente a 2007. Os deputados, à unanimidade, aprovaram hoje o parecer favorável do deputado Carlos Martins (PT), relator na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária.
O item da prestação de contas que motivou o voto em separado da deputada Simone Morgado (PMDB) – e atrasou a apreciação das contas, por causa de diligências em diversos órgãos governamentais – tratava do Mapa da Exclusão Social. Os indicadores sociais são a expectativa de vida, renda, desemprego, educação, saúde, saneamento básico, habitação, população em situação de risco nas ruas, e segurança.
É que, nas contas de 2007, a Sepof utilizou dados dos exercícios de 2005-2006, quando deveriam ser obrigatoriamente de 2006-2007. A secretaria justificou os números afirmando que, na época da elaboração do orçamento, os dados atualizados não estavam disponíveis. A alegação não foi aceita pela presidente da CFFO.
Agora, arestas aparadas, o processo andou.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Insultos & ameaças

Anterior

Nota da Santa Casa de Misericórdia

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *