Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

Cinema & comida

Nada de engolir quilos de pipoca e guloseimas. A maior prova de que essa relação pode ser prazerosa, sem deixar de ser reflexiva e crítica, iniciou na última quarta-feira e acaba amanhã, em Bologna, no V Festival Internazionale di Cinema e Cibo – Slow Food on Film. O evento intercala filmes com jantares e outras refeições rigorosa e deliciosamente preparadas. Tudo em defesa da boa alimentação, ecologicamente correta. O Pará, pela segunda vez, está muito bem representado. “Seu Bebé vai pra Itália” , documentário de 2006, produzido (em DV cam) por Manuel Carvalho, mostra o personagemBenedito Batista de Silva, 60 anos, lavrador de Bragança, considerado referência local em produção de farinha. Identificado para o mundo gastronômico através do Projeto Mandioca, Seu Benedito foi protagonista no documentário “O Professor da Farinha“, que rodou o planeta e proporcionou o convite para o novo filme. “Seu Bené vai pra Itália” mostra a viagem do agricultor desde sua cidade natal até o seu retorno. O encontro com diversas culturas, lavradores do mundo inteiro, assim como o encanto em conhecer a cultura européia se mescla com o profundo contato afetivo que o personagem cria com a família que o recebe na Itália. O filme fala da importância de romper barreiras, desde as culturais, econômicas e até mesmo as físicas, numa aventura antropológica.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *